Impressões

Profusion – Dotti Perfumes

IMG_3536d
Foi com surpresa – bastante surpresa, aliás – que, há algumas semanas, fui convidado a participar da festa de lançamento do primeiro perfume da mais recente casa de perfumaria de nicho indie brasileira, a Dotti Perfumes. Infelizmente, por questão de agenda, eu não pude comparecer ao evento; o que não impediu a imensa generosidade de J. Dotti, o empresário por trás da marca, garantir que eu recebesse o Profusion. Ao gentil Dotti, mais uma vez, e agora publicamente, agradeço mutíssimo pela oportunidade de conhecer seu primogênito e, claro, felicitá-lo! Sucesso!

Na primeira borrifada, a confirmação do seu nome: uma verdadeira “profusão” floral verde. Uma exuberância absoluta por conta da presença marcante da artemísia, num primeiro ato, e do gerânio que, no meu ponto de vista, é o protagonista maior dessa envolvente e sensual apresentação de sensações olfativas. Digo maior porque não é o único, há outros; e todos, numa sincronia perfeita, sabem a sua hora de brilhar, sem ofuscar ninguém, sob as luzes da ribalta!

A artemísia, verde, se apresenta com uma saia leve, esvoaçante, que trás em suas pontas pequenas franjas de canutilhos cítricos de toranja. Várias nuances de um mesmo tom, e a sensação de profundidade. Iniciando sua fala, chega o gerânio, com uma presença de palco inestimável, desfiando toda sua versatilidade. Quase como num jogo de espelhos, ele se apresenta floral, aromático/canforado, amadeirado, metálico, mineral… Toda essa verve performática oferece uma nova dimensão, maior, e que dá a deixa para o início da apresentação de seus outros colegas que num segundo plano, valsavam na contra-luz.

Assim, aos poucos, o sândalo que já vinha contracenando com o gerânio, vai introduzindo com maior intensidade, a sensualidade dos tons resinosos, quentes, ambarados, da licorosa fava tonka, da “cremosa” (se é que vocês me entendem) baunilha, e dos musks. Como coadjuvantes mais que especiais, estão a elemi e o ládano – são eles quem garantem a harmonia na transição dos diálogos dos protagonistas, sem que se perca o ritmo até que, por fim, baixem as cortinas!

Em síntese, Profusion abre com uma explosão floral verde, e vai “amadurecendo”, em tom levemente amadeirado, até encontrar sua base ambarada, quente, e bem sensual. Entrega um desempenho digno de eau de parfum, com projeção mais intensa nas primeiras horas e uma fixação invejável.

Eu poderia terminar esse texto aqui e, acho, teria sido bastante honesto, fiel, a algumas das muitas sensações que Profusion transmite. Mas há mais! Há de se falar do conceito, e sobretudo prática, de fragrância genderless, há de se falar da qualidade técnica (não sei se é esse o termo que eu deveria usar… sou um néscio não devidamente incluso no mundo da perfumaria) desse perfume!

Quando, antes de eu receber o perfume, me apresentaram o Profusion como uma fragrância genderless, inevitavelmente, eu o associei ao [NO] Gender, da Natura, que deveria ser o primeiro perfume genderless nacional, (vale lembrar que há diferença conceitual importante entre unissex e genderless) lançado no Brasil – e que, no meu ponto de vista, falhou miseravelmente nesse sentido. Essa associação, não vou mentir pra vocês, me fez ficar apreensivo com o que viria. E o que se deu é que, no meu ponto de vista, Profusion é, de fato, uma fragrância sem gênero! E o que mais eu gostei nisso é que mesmo sendo (ou talvez por ser) sem gênero, ela é uma fragrância sensual (muito embora o meu conceito de sensualidade siga outro caminho diferente do ambarado quente), com personalidade. A ideia de genderless como algo sem gosto é um equívoco! Profusion tem gosto e é bom!

E esse gosto (bom) só foi possível por conta de a fragrância ter sido elaborada com uma qualidade ímpar! Meu peito chega a ficar cheio de tanto orgulho que sinto por saber que foi um brasileiro quem desenvolveu um perfume tão rico em detalhes, em tons e meio-tons que conferem uma profundidade tão bonita! Eu tava procurando imagens mentais para tentar descrever a fragrância e acho que a ideia de uma trupe teatral funcionou bem, mas não foi precisa na função de transmitir o aspecto envolvente, quase tátil, que Profusion tem. A saia esvoaçante da artemísia quase chegou lá, mas tem mais que aquilo, vai além. Então, eu lembrei da maravilha que é ver um peixe betta e toda a plenitude de suas barbatanas (duas, às vezes, três vezes maior que seu próprio corpo), em seu encantador balé. Profusion é assim, tem um movimento cadenciado, suas notas vão e vêm durante a evolução, envolvem, se retraem um pouco e, na sequência, expandem ainda mais!  Ao Rodrigo Bulgarelli, perfumista responsável por esse trabalho, o meu mais sincero e orgulhoso cumprimento, parabéns, meu caro!

Se você ficou interessado em conhecer esse trabalho brasileiro tão bonito e tão bem executado, lhe recomendo vivamente a visitar o site da Casa Lombardi, que é a responsável pela comercialização do Profusion!

Copyright do texto © Esper Leon. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste texto, ou imagem/foto, pode ser reproduzida, armazenada, ou transmitida de alguma forma ou por algum meio, seja eletrônico ou mecânico, inclusive fotocópia e gravação, ou por qualquer outro sistema de informação, sem a prévia autorização por escrito do autor.

 

2 comentários em “Profusion – Dotti Perfumes

  1. Dotti Perfumes e Casa Lombardi agradecem imensamente por esse texto tão lindo, técnico e poético.
    Nos sentimos privilegiados de atender suas expectativas e termos palavras tão encorajadoras para dar continuidade de nossos produtos no mercado de nicho brasileiro. Muito muito obrigado

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s